Posts Tagged ‘humildade’

Faltam pessoas de carácter!

silencios

“A integridade dos justos os guia, mas a falsidade dos infiéis os destrói” (Provérbios 11.3)


Dizia um dia destes, um professor meu da universidade que toda a gente tem um preço, uns mais, outros menos, mas toda a gente se vende.

Que mundo cruel o que vivemos. As pessoas tornam-se cada dia mais gananciosas, mais abertas a todo o tipo de atitudes na vida que lhes traga algum benefício material ou de bem estar. A corrupção e o tráfico de influências neste mundo são, quanto a mim, duas das maiores pragas que adoece a sociedade e que proliferam rapidamente…como um vírus que infecta cada vez mais gente à medida que o tempo passa.

Todos os sectores da sociedade estão contaminados, todos…política, justiça, educação, trabalho, saúde, finanças…todos.

Embora perdamos muitas oportunidades aliciantes, embora o mundo não compreenda as nossas posições e se ria da nossa “infantilidade” por não aproveitar essas opurtunidades obscuras, vale a pena…

Como diz o versículo acima, a nossa integridade vai-nos guiar nesta vida, vamos pelos caminhos que Deus nos manda trilhar, os da justiça, do bem, do amor.

A falta de carácter das pessoas que usam esses tais meios obscuros de subir na vida, ela própria os vais destruir…a ganância e dependência vai aumentar cada vez mais e mais…e vai apodrecer cada vez mais e mais o seu carácter…e aumentar cada vez mais e mais a inquietação e desasossego nos seus corações.

Como filhos de Deus, usando o nome de Cristo para nos identificarmos neste mundo, importa-nos manter firmes, como baluartes da justiça, do correcto, do bem, pessoas de carácter!

A recompensa há-de chegar e entretanto o nosso coração caminha nesta vida sossegado e em paz.

Anúncios

Maravilhosa Virgindade!

 

 

“Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo.“ (2 Coríntios 11:2)

 

A virgindade é o presente mais lindo que um noivo ou uma noiva pode dar ao seu companheiro.

Paulo compara a maneira como ele preparava a igreja como uma noiva se deve preparar para encontrar o marido, pura!

Pois este encontro está muito mal tratado pela sociedade actual, onde a virgindade passou de virtude a motivo de chacota.

É altura de tirar essa poeira.

A virgindade é o presente mais lindo que um noivo ou uma noiva pode dar ao seu companheiro. É um acto de controlo próprio e de amor do qual Deus se agrada e o seu companheiro irá valorizar toda a vida.

Esperar pelo casamento para iniciar a vida sexual com o companheiro é digno da mais alta honra.

Infelizmente a sociedade, querendo dar asas ao seu instinto sexual sem valores, pelo simples prazer do sexo, desvalorizou a virgindade, preferindo entregar a qualquer um as suas intimidades. Hoje, homens e mulheres casam-se com um passado sexual que, querendo eles ou não, deixa marcas e inseguranças no casamento (ou ajuntamento como está na moda). E depois porque se haveria de limitar? A fidelidade vai sendo cada vez mais desvalorizada também, na mesma escala. Faltam valores a esta sociedade.

Deus ajudará quem não pode voltar atrás para mudar as suas decisões, o amor abençoado por Deus pode tudo, mas, para quem vai a tempo, faça isso pelo seu companheiro e por si.

Tenho o maior prazer de eu e minha companheira desta vida termos a certeza que nos vamos entregar apenas um ao outro, uma só carne, a nossa intimidade, o nosso amor!

Se Deus planeou assim, é melhor de certeza assim para o ser humano.

Você é Autêntico?

mentira

As perguntas seguintes, têm como objectivo que o leitor faça uma auto-análise da sua vida, especialmente da maneira como se relaciona com as outras pessoas, quer próximas quer distantes.

A verdade é que a grande maioria das pessoas não vive uma vida autêntica, com a sua verdadeira personalidade, mas com uma que o ambiente em redor, as pessoas, os ensinamentos, a educação que “empurraram a ser”, daí que muitas vezes torna-se necessário batalhar contra nós próprios, contra a pessoa que, muitas vezes sem querer nos torna-mos.

Nas perguntas seguintes, responda apenas sim ou não:

1 – A sua Auto-estima é baseada no que os outros pensam de si?

2 – Você faz coisas para fazer os outros felizes, ainda que você não tivesse realmente esse desejo?

3 – Você tem dificuldade em ficar contente com o sucesso dos outros?

4 – Você chama-se nomes como “Burro” ou “Estúpido” quando comete erros, e mesmo quando não os comete?

5 – Você tem muitas dificuldades em correr riscos?

São perguntas que mexem connosco. Para avaliar se você é autêntico, conte quantos “SIM” é que respondeu. Quantos mais respondeu, mais você se deixou influenciar por tudo o que o rodeia, desde que nasceu.

Você sabe que ser autêntico é necessário, e que você deseja isso.

Pois Deus deseja isso mais que toda a gente neste mundo, Ele deseja que você seja aquilo que Ele criou, o plano original, a personalidade original, você autêntico…senão vejamos:

Deus ama você, quer você erre ou não.

No processo de voltar à autenticidade você vai errar muitas vezes, é inevitável, mas uma coisa você pode ter a certeza, Deus vai amar você ainda mais, apesar dos erros, porque Ele sabe que você quer ir de encontro à pessoas maravilhosa que você é, e que Ele criou! (Romanos 5:5-11)

Deus quer que você ame a si próprio.

Ao longo da Bíblia, Deus é incisivo a dizer para nos amar-mos uns aos outros, mas mais incisivo se torna ao dizer que devemos amar os outros como a nós mesmos. Então, se é tão imperativo que amemos os outros, é igualmente imperativo para Deus, que nos amemos a nós próprios…pois ninguém dá o que não tem! (Romanos 13:8-10)

Deus criou você de uma maneira única, incomparável…e tem planos específicos para a sua vida.

Mesmo antes de nascer, Deus já tinha planeado a sua vida, todos os dias que você viveu e vai viver. Cabe a si no entanto, o queres que esses dias sigam de acordo com a vontade do seu Criador, mas acredite, os planos d’Ele para si, são planos com os quais você nunca imaginaria…eu quero vivê-los, e espero com ardente força, que você também! (Salmo 139:13-17)

Quando a fraqueza é uma virtude

image

“Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte.” (2 Coríntios 12:10)

 

Momentos há nas nossas vidas em que o único desejo nosso é ficar prostrados aos pés de Deus, sem falar, sem mexer, sem pensar…

Nesses momentos de fraqueza, tornamo-nos verdadeiramente fortes, é nesses momentos que damos o braço a torcer a Deus e reconhecemos que tentamos andar pelas nossas forças, que nos esquecemos que a verdadeira força vem de Deus.

No meio do turbilhão desta vida, estes são momentos íntimos que devem ser partilhados com Deus, e deixar que Ele, como Pai bondoso que é, cuide de nós, limpe as nossas lágrimas e nos dê uma boa dose de Fé para enfrentarmos o mundo.

Paizinho, aqui estou, como uma criança, nas tuas mãos, despojado das minhas forças, de tudo o que sou, para ser simplesmente teu!

O nosso Tesouro!

 tesouro2

“Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração. ” Mateus 6:21

Que lindas estas palavras de Jesus!

É um facto, aquilo a que nós mais damos valor nas nossas vidas, aquilo a que tentamos a cada dia fazer com mais afinco, é onde está o nosso coração.

A pergunta faz-nos reflectir…onde, na verdade, está o nosso tesouro?

A resposta que Jesus espera, é que o nosso tesouro esteja no céu, na nossa esperança, naquilo que só vemos pela fé! Se investirmos em usar o amor nesta terra,estaremos a amontoar tesouros no céu!

Mas a verdade é que muitos tesouros tentamos amontoar, que, na verdade, um dia desaparecerão e será como se nunca tivessem existido!

Gostava de estar permanentemente focado em acumular tesouros no céu, mas como falho que sou, isso acontece menos do que desejava.

O melhor que temos nesta vida é o privilégio imenso de conhecer o nosso Criador, o nosso Salvador e o Santo Espírito que nos consola diariamente…esse é o nosso alvo, é aí que devem estar os nossos tesouros!

Que Deus nos ajude a permanecer nesse desejo!

Viver longe do Criador?

“Ai daquele que contende com o seu Criador! o caco entre outros cacos de barro! Porventura dirá o barro ao que o formou: Que fazes? ou a tua obra: Não tens mãos?” (Isaías 45:9)

A sociedade actual vive cada vez mais para si própria, preocupados com o seu amanhã, cheios de medo do mundo, do futuro, da vida…tudo provoca ansiedade, pânico e depressão!

Na verdade viver longe do Criador nem sequer faz sentido…é como imaginar nós criarmos alguma coisa que depois se esquece de nós e não nos dá valor algum…e que até duvida que existamos. É natural que nos sintamos desprotegidos e frágeis quando assim o fazemos.

As consequências desse afastamento é que a sociedade questiona Deus, como no versículo, não tendo a noção da sua Autoridade Suprema sobre toda a criação.

Somos cacos de barro entre muitos outros cacos e é assim que nos devemos considerar…quanto mais assim nos considerarmos e mais necessitados d’Ele nos sentirmos, mais o Criador nos abençoará com a sua mão poderosa.

É possível você sentir-se protegido, seguro, aconchegado, completo nestes dias maus que correm…com o Criador ao seu lado!

“…Distante de ti Senhor, não posso viver, não vale a pena existir…” (Preciso de ti – Diante do Trono)

Futebol de massas!

Como adepto do futebol e benfiquista que sou, fui com o meu pai a um treino à porta aberta que o FC Porto realizou no seu estádio:). Saí de lá com o meu cérebro a matutar em algumas coisas:

  1. O estádio muito raramente abre para o povo entrar, será que o clube não ganhava mais adeptos, mais simpatia do povo se o abrissem mais vezes para poder ser apreciado pelas pessoas?
  2. Deixaram o povo a derreter ao calor e abriram as portas para as pessoas assistirem ao treino mesmo à hora, com uma multidão a entrar por uma porta, com os jogadores já no relvado…haveria necessidade? Podiam ser mais simpáticos!
  3. Os jogadores comportaram-se como verdadeiras estrelas, às quais os adeptos se vergam e imploram por camisolas e autógrafos, os quais anseiam há dias…mas quê? chegarem-se à bancada para agradar aos seus adeptos que puxam, gritam e chamam por eles o ano todo…e no próprio treino…custava alguma coisa? Mas não, nem pensar…vão as crianças a chorar embora, os adeptos desiludidos e as pessoas encantadas com a sua humildade. Batem uma salva de palmas para os adeptos para limpar a imagem no fim do treino…
  4. Estes grandes clubes podiam ser peça fundamental na educação, integração dos jovens na sociedade, promoção de exercício físico…mas não é para aí que eles estão virados…

Concluindo…neste caso o FC Porto…deve rever estas atitudes…virar o clube para o povo, uma vez que é o povo que o faz grande.

O povo faz o FC Porto grande … O FC Porto acha-se grande … O FC Porto não quer saber do povo (tem lógica?)

Não sei se no meu clube é igual, atenção, mas foi o caso que experimentei.