Posts Tagged ‘condenação’

Você é Autêntico?

mentira

As perguntas seguintes, têm como objectivo que o leitor faça uma auto-análise da sua vida, especialmente da maneira como se relaciona com as outras pessoas, quer próximas quer distantes.

A verdade é que a grande maioria das pessoas não vive uma vida autêntica, com a sua verdadeira personalidade, mas com uma que o ambiente em redor, as pessoas, os ensinamentos, a educação que “empurraram a ser”, daí que muitas vezes torna-se necessário batalhar contra nós próprios, contra a pessoa que, muitas vezes sem querer nos torna-mos.

Nas perguntas seguintes, responda apenas sim ou não:

1 – A sua Auto-estima é baseada no que os outros pensam de si?

2 – Você faz coisas para fazer os outros felizes, ainda que você não tivesse realmente esse desejo?

3 – Você tem dificuldade em ficar contente com o sucesso dos outros?

4 – Você chama-se nomes como “Burro” ou “Estúpido” quando comete erros, e mesmo quando não os comete?

5 – Você tem muitas dificuldades em correr riscos?

São perguntas que mexem connosco. Para avaliar se você é autêntico, conte quantos “SIM” é que respondeu. Quantos mais respondeu, mais você se deixou influenciar por tudo o que o rodeia, desde que nasceu.

Você sabe que ser autêntico é necessário, e que você deseja isso.

Pois Deus deseja isso mais que toda a gente neste mundo, Ele deseja que você seja aquilo que Ele criou, o plano original, a personalidade original, você autêntico…senão vejamos:

Deus ama você, quer você erre ou não.

No processo de voltar à autenticidade você vai errar muitas vezes, é inevitável, mas uma coisa você pode ter a certeza, Deus vai amar você ainda mais, apesar dos erros, porque Ele sabe que você quer ir de encontro à pessoas maravilhosa que você é, e que Ele criou! (Romanos 5:5-11)

Deus quer que você ame a si próprio.

Ao longo da Bíblia, Deus é incisivo a dizer para nos amar-mos uns aos outros, mas mais incisivo se torna ao dizer que devemos amar os outros como a nós mesmos. Então, se é tão imperativo que amemos os outros, é igualmente imperativo para Deus, que nos amemos a nós próprios…pois ninguém dá o que não tem! (Romanos 13:8-10)

Deus criou você de uma maneira única, incomparável…e tem planos específicos para a sua vida.

Mesmo antes de nascer, Deus já tinha planeado a sua vida, todos os dias que você viveu e vai viver. Cabe a si no entanto, o queres que esses dias sigam de acordo com a vontade do seu Criador, mas acredite, os planos d’Ele para si, são planos com os quais você nunca imaginaria…eu quero vivê-los, e espero com ardente força, que você também! (Salmo 139:13-17)

Mudar por gratidão á Graça!

vida-melhor-280108

“Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.”(Romanos 12:1)

 

Esta foi umas das passagens bíblicas que mais me impactou até este ponto da minha carreira cristã.

Toda a religião prega uma mudança de vida necessária, obrigatória, uma questão de Salvação…um estilo de vida que devemos seguir sob o risco de não sermos aceites por Deus.

Infelizmente, acho que a Igreja Evangélica actual não está a conseguir transmitir o evangelho da graça assim como deve ser transmitido…sem mais nada…só graça.

Mas voltando ao versículo, vemos Paulo a rogar aos Romanos para que estes apresentem as suas vidas a Deus…até aí tudo normal, mas de seguida ele dá-nos a ÚNICA motivação que temos para fazer isso…a Compaixão de Deus por nós, a sua misericórdia!

Assim, Paulo quer-nos transmitir que devemos, por causa da Graça que Deus demonstrou por nós, e apenas por isso, transformar a nossa vida!

Sem dúvida nenhuma, o que Deus fez por nós constrange-nos a transformar a nossa vida, para demonstrar a nossa gratidão!

Uma prenda Deus aceita…a sua vida…e como Ele merece…!

Obrigado Deus!

Nenhuma condenação!

“Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito. Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte. ” (Romanos 8:1-2)

Á luz do amor, podemos verificar pelo texto acima que não há nenhuma condenação para aqueles que se deleitam em Jesus, que depositam nEle a sua confiança.

Uma vez que aceitamos a graça de Deus em Jesus, ficamos livres das condenações da lei e muito mais livres das condenações de quem quer que seja.

Assim, se é pela fé que espera ser salvo, descanse, não se deixe ser condenado por ninguém, o Espírito Santo que habita em você mostrar-lhe-á o que agrada ou não a Deus e aí você decide o que quer fazer!

Confie em Deus, Ele é fiel!